Matéria Jornal da USP Ribeirão, 05/2008

Postado originalmente em: Seg, 12 de Maio de 2008 11:47

Saímos na edição de 05 de maio de 2008 do Jornal da USP de Ribeirão Preto

A seguir a matéria na íntegra…

A roda da ciência na era virtual

Antigo logo do Ldc Abc

Antigo logo do Ldc Abc

A ciência num mesmo endereço, http://dfm.ffclrp.usp.br/ldc (antigo endereço do LDCC).
Pesquisadores da FFCLRP criaram um portal com objetivo principal de interligar interessados em divulgar ciência.
Rosemeire Soares Talamone

Divulgar, discutir, opinar, buscar informações ou mesmo participar de um evento sobre ciência não requer mais e somente ler o caderno de um jornal ou revista, entrar num site especializado ou esperar um evento que trata do assunto. Pesquisadores do Laboratório de Divulgação Científica do Departamento de Física e Matemática da Faculdade de Filosofia (FFCLRP) encontraram na internet uma “nova” maneira de discutir, divulgar e trocar informações sobre ciência.

Eles acabaram de criar o Anel de Blogs Científicos. Um portal que reúne tudo que se publica sobre ciência em língua portuguesa e com isso criar uma blogosfera científica, ou seja, blogs linkados entre si. Também está em elaboração o C&Tube, um blog só com vídeos, exclusivamente com temas sobre ciência.Nas primeiras semanas de funcionamento o Anel já reúne mais de 25 blogs da área e a estimativa é de se chegar nos próximos dias há 200 blogs cadastrados. A diferença dos sites atuais é que nos blogs as postagens são mantidas em ordem cronológica como num diário, com a possibilidade de contínua atualização e de interação entre os leitores, via comentários, formando assim, uma rede complexa de citações e interligações.

“Esperamos que essa concentração de links provoque um aumento do fluxo de visitas nos blogs e um maior intercâmbio e troca de experiências entre blogueiros científicos. E que isso incentive o surgimento de novos blogs, especialmente em áreas não cobertas pela blogosfera atual. O que estamos fazendo é uma expansão dessa blogosfera científica. Já existe uma experiência grande nos Estados Unidos, de blogs de língua inglesa, e mesmo a blogosfera científica portuguesa é maior que a brasileira. Tem muito potencial de expansão no Brasil”, anuncia o professor Osame Kinouchi Filho, da equipe responsável pelo projeto. Participam também o professor Luciano Bachmann, a psicopedagoga Angélica Mandrá, todos da FFCLRP, e o graduando de informática Biomédica Gustavo Zedy Miranda Forte.

Inicialmente um blog era a lista de links interessantes por onde o blogueiro passava, comentando conforme navegava na internet. Atualmente, existem vários formatos e especialidades, como blogs de fotografias (fotoblogs), diários pessoais, blogs corporativos – muitas vezes substituindo os sites empresariais, blogs jornalísticos e uma infinidade de outros temas.

De acordo com o estudo State of Blogosphere (www.sifry.com/stateoftheliveweb) o número de blogs, em setembro de 2004, era de 4 milhões. Já em dezembro de 2007, esse número ultrapassou a casa dos 70 milhões. A internet possui hoje 150 milhões de páginas.

Segundo Miranda Forte, blogosfera, num sentido mais restrito, descreve a rede social formada pelos blogueiros através de citações, comentários e hiperlinks. “Como existem comunidades de blogs mais densamente conectados, podemos falar também de blogosferas, no plural, ao nos referirmos a estas redes sociais ou comunidades: blogosfera política – nos EUA as blogosferas conservadora e liberal são também bem delimitadas, blogosfera científica, blogosfera lusófona etc”.

Laboratório de Divulgação Científica na Filô

A idéia, segundo o Kinouchi, partiu da reunião de pessoas que já mantinha seu blog ou interesse na divulgação científica, ou as duas situações. O próprio professor já mantinha um blog de cultura científica desde 2006, o http://www.comciencias.blogspot.com, e participa do blog coletivo Roda de Ciência (www.rodadeciencia.blogspot.com). O professor Bachmann iniciou seu blog científico no ano passado e Miranda Forte, um blog pessoal desde 2004. Já o professor Barros de Araújo trabalha na divulgação da ciência, principalmente por meio de publicações e de atividades de extensão como o “Circo da Física”. “Concluímos que tais atividades poderiam ser melhores desenvolvidas se um laboratório específico ou de um grupo de trabalho fosse organizado para esse fim”, relata Kinouchi.

“A idéia inicial era somente o portal, mas vimos o interesse de outros professores, não necessariamente vinculados a blogs, então foi criado há dois meses o Laboratório de Divulgação Científica, do Departamento de Física e Matemática, cujo objetivo é o estudo e experimentação de novas mídias para a divulgação da cultura científica como ferramentas pedagógicas”, diz o professor. O C&Tube, por exemplo, é um blog que conterá apenas essas novas mídias, na área de divulgação científica, de preferência em português.

Este blog, no futuro, organizará tais vídeos por disciplinas e categorias, facilitando o acesso de profissionais, professores e estudantes de todas as idades, interessados em usá-los como demonstrações e material didático. Segundo Kinouchi, o Laboratório de Divulgação Científica, o Anel de Blogs Científicos, assim como todo o projeto, é aberto para pesquisadores, cientistas e colaboradores, visto sua plataforma de desenvolvimento open source Joomla, http://www.joomla.org, com total suporte ao Gerenciamento de Conteúdo. O portal não hospeda blogs, mas apenas provê links para eles. “Em breve haverá também um serviço de mini-feeds, ou seja, quando um blog colocar um novo post no ar, automaticamente seu título aparecerá destacado em uma lista”, diz Miranda Forte.

Serão aceitos blogs escritos primariamente, não exclusivamente, em português e que tenham conteúdo científico, didático e de divulgação científica. Também são apropriados blogs pessoais de cientistas, onde a cultura científica seja discutida e o cotidiano da vida do cientista representada e blogs de humor com piadas sobre ciência.

O grupo está organizando o I Encontro de Weblogs Científicos em Língua Portuguesa, que acontecerá dias 11 e 12 de setembro, nas dependências da FFCLRP, com a presença de jornalistas científicos, cientistas e estudantes interessados nesta nova mídia.

Interessados podem entrar em contato com Miranda Forte pelo e-mail forte@fmrp.usp.br. Mais informações sobre o projeto com o professor Osame Kinouchi, 3602.3779

Anúncios
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: